1. This product was added to our catalog on Wednesday 02 March, 2011.

    The Astrologer
    [Portugues]

    Our Price:  29.71EUR

    Untitled Document

    O Manual do Astrólogo

    de Frances Sakoian e Louis S. Acker


     

    Disponibilidade: Imediata
    Prazo aproximado para entrega: 2 dias

     

     

    O Manual do Astrólogo

    Número de Páginas: 418
    Ano de Edição: 1993

    O Manual do Astrólogo

    Preciso, completo e bastante detalhado O Manual do Astrólogo abrange desde os "signos solares" comuns até os importantes aspectos planetários — trígonos, quadraturas, opòsições, conjunções e sêxtis — discutindo seu impacto na personalidade humana e explorando sua influência sutil, porém constante, em nossas vidas. Embora originalmente escrito para atender às necessidades de astrólogos profissionais, O Manual do Astrólogo é, felizmente, um livro útil para todos os leitores. Aqui estão cuidadosamente explicados os principais conceitos, apresentando instruções fáceis para a realização de uma interpretação completa — geral e específica — de qualquer mapa natal. Os autores dão aulas de astrologia para grupos e em uma escola particular. São conhecidos e respeitados como grandes inovadores no campo da astrologia.

    Sumário

    Introdução
    Glossário
    Ascendente — O ponto em que o horizonte oriental cruza a eclíptica. A Primeira Casa ou signo ascendente.
    Aspecto — O ângulo formado entre duas linhas imaginárias que ligam dois pontos ou corpos celestes com a Terra.
    Conjunção — Um alinhamento direto ou quase direto de dois planetas, na forma como são observados da Terra.
    Cúspide — A linha divisória entre duas casas. As cúspides normalmente são demarcadas pela linha entre uma casa e a casa anterior. Assim, a cúspide da Sétima Casa é a linha entre a Sexta e a Sétima Casas.
    Descendente — O ponto onde o horizonte ocidental cruza a eclíptica. Ele também é a cúspide entre a Sexta e a Sétima Casas.
    Eclíptica — O plano da órbita terrestre ao redor do Sol que se estende no espaço para encontrar a esfera celestial. Da Terra, a eclíptica parece ser o caminho que o Sol percorre ao redor da Tewa no período de um ano.
    Horóscopo — Um mapa ou carta da posição dos planetas no firmamento no local e na hora exatos do nascimento. O mapa abrange todo o céu, um círculo completo de 360°. Também chamado de carta ou mapa natal.
    Casa — Uma das doze divisões do ciclo de rotação diário da Terra. Cada casa representa um período aproximado de duas horas, durante o qual um duodécimo do Zodíaco parece atravessar o horizonte. As casas são numeradas pela ordem, a partir da Primeira até a Décima Segunda. Cada casa governa um setor diferente das questões práticas da vida e está associada a um signo específico do Zodíaco.
    Meridiano — Um grande círculo na esfera celestial que atravessa os pontos norte e sul do horizonte e do zénite, que se encontra diretamente acima do observador.
    Meio do Céu — (também escrito M.C., do latim médium coeli). O ponto em que o meridiano cruza a eclíptica.
    Nadir — O ponto na eclíptica diretamente oposto ao Meio do Céu, com o observador olhando para baixo. Também chamado de cúspide da Quarta Casa.
    Nódulo — Cada um dos dois pontos onde a órbita de um planeta cruza a eclíptica: uma vez, quando o planeta se movimenta para o norte, cruzando a eclíptica, e novamente, quando volta para o sul. Na astrologia, os Nódulos da Lua são especialmente significativos.
    Oposição — Um aspecto que representa um relacionamento angular de 180° entre dois planetas. Os planetas em oposição geralmente ocupam aproximadamente o mesmo número de graus em dois signos diretamente opostos no Zodíaco.
    Quadruplicidade — Um dos três grupos fixos de signos, cada um contendo quatro signos. As três quadruplicidades se relacionam a três características — cardinais, fixas e mutáveis — e se referem a tipos básicos de atividades.
    Sexta — O aspecto que representa um relacionamento angular de 60°, ou a sexta parte de um círculo. Os planetas que formam sextil estão afastados dois signos e ocupam aproximadamente o mesmo número de graus nesses signos, com uma diferença de mais ou menos 6°.
    Quadratura — O aspecto que representa um relacionamento angular de 90°. Os planetas que formam quadratura geralmente ocupam o mesmo número de graus em signos que estão separados por três signos intermediários.
    Signos solares — Os doze tradicionais signos do Zodíaco. São eles: Áries (Carneiro), Touro (Touro), Gémeos (Gémeos), Câncer (Caranguejo), Leão (Leão), Virgem (Virgem), Libra (Balança), Escorpião (Escorpião), Sagitário (Centauro), Capricórnio (Bode), Aquário (Aquário) e Peixes (Peixes).
    Trígono — O aspecto que representa uma relação angular de 120° (ou um terço de círculo) entre dois planetas. Os planetas em trígonos geralmente ocupam o mesmo número de graus em signos que estão separados por quatro signos intermediários.
    Triplicidade — Um dos quatro grupos fixos de signos, cada um contendo três planetas. As quatro triplicidades se relacionam aos quatro elementos, terra, ar, fogo e água. Referem-se às tendências de temperamento.
    Equinócio da primavera — A intersecção entre o plano da eclíptica e o equador celestial. Essa intersecção ocorre uma vez por ano, quando o Sol cruza o equador celeste do sul para o norte.
    Zénite — O ponto da esfera celestial diretamente acima do observador.
    Zodíaco — A faixa de céu de 180° que tem a eclíptica com uma linha central. Ele se compõe de doze partes, cada uma com 30°, que representam os doze signos do Zodíaco.

    Prefácio

    Como utilizar este livro Parte I astrologia básica I Para o astrólogo principiante Signos solares casas triplicidades e quadruplicidades grupos masculinos e femininos aspectos principais aspectos potenciais do signo solar Áries touro gémeos câncer leão virgem libra escorpião sagitário capricórnio aquário peixes padrões de sobreposição do signo ascendente Áries touro gémeos câncer leão virgem libra escorpião sagitário capricórnio aquário peixes as casas como elas se relacionam com o homem E seu meio ambiente A primeira casa a segunda casa a terceira casa a quarta casa a quinta casa a sexta casa a sétima casa a oitava casa a nona casa a décima casa a décima primeira casa a décima segunda casa os planetas nos signos e casas Sol lua mercúrio vénus marte júpiter saturno urano netuno plutão dispositores dos planetas exaltações dos planetas Parte II interpretando os aspectos regras gerais para interpretar e integrar aspectos interpretando os aspectos considerações gerais sobre conjunções sextis quadraturas trígonos e oposições as conjunções Sol lua mercúrio vénus marte júpiter saturno urano netuno plutão nódulo norte nódulo sul os sextis Sol lua mercúrio vénus marte júpiter saturno urano netuno plutão as quadraturas Sol lua mercúrio vénus marte júpiter saturno urano netuno plutão os trígonos Sol lua mercúrio vénus marte júpiter saturno urano netuno plutão nódulos as oposições Sol lua mercúrio vénus marte júpiter saturno urano netuno

    Número de Páginas: 418
    Ano de Edição: 1993

    Reviews
Astrologers